terça-feira, 4 de março de 2008

«Adeus, minha concubina»

Li em três dias «Adeus, minha concubina». Na China dos anos 30 a Ópera de Pequim é um espectáculo luxuriante destinado às classes privilegiadas, embora os futuros actores que frequentam as suas escolas sejam oriundos das famílias mais pobres. É esse o caso de Xiao Douzi, abandonado pela mãe, uma prostituta que não tem meios para criá-lo. A amargura e a miséria da sua infância vão sendo substituídas pelo empenho com que se entrega à sua arte e pela relação que mantém com um colega mais velho, Xiao Shitou, por quem se apaixona e que se tornará o seu protector e melhor companheiro. Fiquei com a ideia de uma vivência difícil na China desde sempre, mas com uma profunda admiração pela cultura...

Elisabete Fiel

2 comentários:

Servidores disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Servidor, I hope you enjoy. The address is http://servidor-brasil.blogspot.com. A hug.

Câmera Digital disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Câmera Digital, I hope you enjoy. The address is http://camera-fotografica-digital.blogspot.com. A hug.